As Razões Pelas Quais o Cara Que Enterrou Um Cachorro Vivo Deve Ser Espancado Até Ficar Desfigurado

Na primeira página da Folha de hoje, um cachorrinho que foi enterrado vivo. Resgatado, deve ficar cego. Talvez você ache exagerado meu desejo de espancar o responsável por isso até desfigurar o filho da puta. Talvez você esteja entre aqueles que dizem “com tanta criancinha passando fome nas ruas, esse cara só se preocupa com cachorro e gato.” Vamos por partes: Não é que eu goste mais de cachorro e gato do que de gente. É estatística. Eu gosto de 100% dos bichos que eu conheço e de, no máximo, 7% das pessoas que eu conheço. E concordo com Leonardo da Vinci quando dizia que se mede o grau de uma civilização pelo modo como se tratam os animais (Freud, em seu estudo psicológico sobre o pintor, achava que sua preocupação excessiva com animais fosse devida à crueldade contra bichos na infância. Não acredito nesse leitura).
Mas vamos assumir que você não esteja nem aí para bichos e ache isso exagerado. Afinal, temos as tais criancinhas morrendo de fome no Sudão e isso é um impeditivo moral para se preocupar com qualquer outra coisa.
Um aviso. Leia o livro do profiler do FBI, John Douglas, Mind Hunter. Os primeiros sintomas de um serial killer são: 1 – crueldade contra animais; 2 – urinar na cama e 3 – Atear fogo em coisas. Se você não está preocupado com esse filho da puta porque ele enterrou um cachorro vivo (consta que é a segunda vez que ele faz isso) é bom se preocupar se ele continuar na rua. Depois dos cachorros ele pode “escalar” (para usar o termo dos especialistas) e achar divertido enterrar você ou alguém da sua família. John Douglas inspirou o filme “O Silêncio dos Inocentes”. E não, não há cura para esse tipo de perversão. Se você conhece uma criança com esses sintomas, só resta esperar que a coisa se manifeste. Não vai ser bonito quando acontecer.

8 Respostas para “As Razões Pelas Quais o Cara Que Enterrou Um Cachorro Vivo Deve Ser Espancado Até Ficar Desfigurado

  1. Vc escreveu aquilo q sinto. Ontem, ao ler essa noticia, fiquei bem mal. Cheguei a pensar que nossa raça não tinha mais jeito, q estávamos mesmo no fim da linha. Ontem, só noticias de crueldade contra animais e criancinhas. Tem dias que, depois de ler o que anda acontecendo, não dá, a vontade é de ficar lendo na cama, rodeada de gatos. De quatro patas. Mas hoje – o cãozinho se alimentou, um bom sinal. Embora vá ficar cego.
    E ele? e esse monstro q fez isso? Nada? Niguém faz nada?

    • Vão esperar ele virar um assassino serial e fingir surpresa, Marcia Sauchella. E não vão lembrar das pessoas que cantaram a bola quando ele enterrou vivo um cachorro (o segundo!!). Porque se preocupar com animais é frescura, na cabeça dessa gente. Esse cara vai escalar. Uma polícia de 1o. mundo monitoraria o cara de perto. Uma vizinhança de 1a. classe lincharia o filho da puta.

  2. Concordo contigo Sr. Mora. Li em algum lugar que na Rússia do século XVI, um menino chamado Ivan tinha prazer em torturar animais. O referido menino cresceu, se tornou czar e ganhou a alcunha de “Terrível”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s