A Morte de Natalie Wood


No meu livro “Fica Frio – Uma Breve História do Cool” eu falei sobre a morte de Natalie Wood.

Eu contava sobre as coincidências ligando Dennis Hopper e Christopher Walken para chegar até o encontro de ambos no filme True Romance – Amor À Prova de Balas. O trecho é o seguinte, focando na época em que Hopper estava mais doido: “…Foi nesta época que Hopper se envolveu em diversos incidentes, quase cortando o dedo de Sally Kirkland com uma faca durante as filmagens de Human Highway e ameaçando com uma faca o ator Rip Torn, além de queimar a genitália de Natalie Wood ao colocá-la em uma banheira de champanhe (a mesma Natalie que viria a falecer em um mal explicado afogamento no dia de ação de graças de 1981, em que ela, o marido Robert Wagner e … Christopher Walken, seu parceiro no filme Brainstorm…


, estavam juntos no barco do casal, acompanhados apenas de um marinheiro, navegando pela costa da Califórnia. A última noite da atriz começou com os três jantando em um restaurante chamado Harbor Reef, onde beberam muito e no qual, segundo testemunhas, Natalie começou a flertar abertamente com Walken. Os três saíram completamente alterados do restaurante, voltaram para a embarcação e ela desapareceu no mar. Segundo o autor Gavin Lambert, apesar dos rumores, Natalie e Walken não estavam tendo um caso na frente do marido dela. “Isto era o lado encrenqueiro da personalidade de Natalie, um ato de clara provocação de seu marido e uma resposta ao senso travessura de Walken”. Mas os dois sobreviventes nunca conseguiram extinguir os rumores de que a queda de Natalie poderia ser consequência de uma briga motivada por ciúme.)”
Pois bem: Agora estão reabrindo o caso. Como informa o TVI: “Há dois anos, Davern escreveu com Marti Rulli «Goodbye Natalie Goodbye Splendour», um livro onde já diz que contou muito do que se passou, mas que só agora está a ser tido em conta. Em entrevista ao programa «Today», da «NBC», (reproduzida pelo «The Hollywood Reporter») Davern foi agora muito comprometedor para Wagner nas respostas que deu.

O capitão do barco referiu agora que cometeu «alguns erros terríveis» como foi «não dizer toda a verdade num relatório da polícia». Presente também no programa, Rulli conta ao entrevistador David Gregory como a noite foi atribulada, com discussões e garrafas de vinho partidas.

Confrontado por Gregory, o capitão do barco confirmou que «a discussão entre Natalie Wood e o marido Robert Wagner foi o que em última instância levou à morte» da atriz de 43 anos. «Como», o capitão quis deixar para «os investigadores decidirem». Mas não deixou de dizer que Wagner não fez muito para procurar a mulher quando deram pela sua falta. E perante a insistência do entrevistador sobre se «ele [Wagner] foi responsável pela morte dela [Natalie]?», Davern respondeu: «Sim»”

Davern é uma testemunha confusa. Diz ter ligado o som para não ouvir a discussão entre o casal. Diz ter aceitado uísque de Wagner e que, por não estar acostumado a beber, ficou confuso. O que aconteceu naquela noite? Pelos relatos das testemunhas, todos estavam tão bêbados que talvez nem Walken nem Wagner – um dos canastrões mais charmosos do cinema – consigam se lembrar. Natalie estava provocando abertamente o marido, paquerando Walken. Walken estava se divertindo com a travessura. O consumo de bebidas não foi exatamente moderado por parte de nenhum dos participantes. Meu palpite – totalmente desembasado: Pode ter havido troca de empurrões. Wagner pode ter acidentalmente empurrado Natalie para fora do Splendour. Ela não nadava e tinha medo de água. A queda na água deve tê-la matado praticamente instantaneamente. A bebida pode ter amortecido as reações de todos, adiando a procura pela atriz – possivelmente já morta. Assassinato? Não acredito. Mas prova que, em qualquer trama, real ou fictícia, a presença de Walken sempre traz uma (ainda que modesta) contribuição de estranhamento e intranquilidade. É o que o torna único e brilhante. E uma péssima escolha para passear de barco com sua esposa.

4 Respostas para “A Morte de Natalie Wood

  1. Eu até estava estranhando você não ter feito nenhum comentário sobre o assunto. e como postou o Nei Duclos o que diz o Walken sobre tudo isso?

  2. Amigos: Estive fora do ar. O Walken não fala sobre o assunto de jeito nenhum. Talvez ele se sinta culpado por ter sido parte da briga do casal. Talvez ele tenha bebido tanto que não lembre de nada. Mas o fato é que são 30 anos de silêncio absoluto.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s