Cauby 80 Anos

‎80 anos de Cauby Peixoto. Ao lado de João Gilberto, um de nossos dois maiores cantores. Se João é nosso Chet Baker (que vem de Fred Astaire), Cauby é nosso Tony Bennett. Em algum lugar da casa de Cauby existe um quadro que perde a voz por ele, como Dorian Gray.

Cauby e Renzo. Como lembrou Nei Duclós ao ver a foto, Cauby é o da esquerda

Bastidores , ao contrário do que afirma a lenda, não foi escrita para o Cauby. Chico Buarque a escreveu para sua irmã Cristina. Chico disse uma vez que atribuir a canção à inspiração de Cauby era “ingenuidade” do cantor.

Não faz a menor diferença. Cauby conquistou a canção.

Bastidores é para ele, não importa para quem Chico a tenha escrito. E, claro, ninguém nunca a cantará como Cauby.

E quando ele afirma “Jamais cantei tão lindo assim”, a gente balança a cabeça, concordando emocionada e silenciosamente.

2 Respostas para “Cauby 80 Anos

  1. Se o Brasil fosse um país normal, hoje teríamos, em rede nacional e horário nobre, um programa especial capitaneado por Renzo Mora, que antes de apresentar o convidado da noite, Cauby Peixoto (enfim, a longevidade que vale a pena) , faria uma demonstração de sua exímia arte de sapatear, que influenciou Samy, de cantar em tom aveludado, que matou Dean Martin de inveja e de dizer “jump, Joey, jump”, imitado por Frank Sinatra em Pal Joey, que é,por sua vez, um deboche do poder de Rita Hayworth sobre o pobre empresário da noite, naquela altura fisgado, sem saber, por Kim Novak. Renzo Mora é o melhor da América e o Brasil só tem a ganhar com isso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s