O Nada e o Bom Mocismo

Na escada do showbiz, apresentar programa de auditório está no último degrau. Como dizem os manuais de instruções, é algo que não requer prática nem habilidade. (“E agora com vocês, a dupla de sertanejo universitário fulano e beltrano. Porque quem sabe faz ao vivo!!” “O caminhão da esperança esta semana está em Carazinho do Sul e vai levar prêmios para a carta de … Dona Fulana!”).

Convenhamos, até a Xuxa, Roberto Justus e a Luciana Gimenez conseguiram – então não pode ser nada que exija mais do que 75 pontos de QI.

Claro, há exceções: a anarquia do Chacrinha, jogando cantores no meio da massa enlouquecida, atirando postas de bacalhau sobre os desvalidos; o picareta  Chuck Barris, que jurava ser assassino da CIA…

Mas, no geral, o apresentador de programas de auditório é um cantor de pedras de bingo que conseguiu uma plateia maior e mais estúpida.

Essa semana, a VEJA comemora o exemplo do bom mocismo oferecido pelo casal Luciano Huck e Angélica. Bom para eles. Bom para os anunciantes que os usam como garotos propaganda de xampu.

Mas o fato é que artistas nunca foram modelos de bom exemplo – de Picasso a Marlon Brando, de Caravaggio (que era assassino) a Miles Davis, de Bukowski a Hunter Thompson, de Charles Parker a Billie Holiday, passando por Lord Byron, autor da célebre frase “nós, no ramo, somos todos insanos”
O que redime essas personagens é que eles fizeram uma coisa que os apresentadores de auditório desconhecem e são incapazes de fazer: arte.
E o que esperamos dos artistas não são modelos de comportamento. É  inspiração, educação, gatilhos que acionem nossa sensibilidade.

Se eles foram assassinos, alcoólatras, viciados em drogas, destruidores de lares – nada disso importa. O legado deles melhorou a humanidade para todos nós e os absolve de suas falhas de caráter.
Ótimo que mediocridades como Luciano Huck e Angélica sejam modelos de comportamento.
Mas, pensando bem,  que diabos mais eles poderiam oferecer?

7 Respostas para “O Nada e o Bom Mocismo

  1. Você está certíssimo. Mas sabe o que mais perturba nessa história toda do Luciano Huck? É que ele não passa de um hipócrita, que tem projetos irregulares realizados em Angra dos Reis que vão de encontro a leis ambientais, mas adivinha? Ele contratou o escritório da esposa do nosso “querido” governador Sergio Cabral e, tempos depois, uma lei foi criada que o absolveu. Ele e seus parceiros vão continuar com suas construções indevidas em áreas que já foram proibidas. Fora que a “ajuda” dele pras vítimas dos deslizamentos foi meramente um golpe de marketing para alavancar as vendas daquele “Peixe Urbano” do qual é sócio. Uma das táticas mais tradicionais dos canalhas.

    No fim das contas o bom moço da “Veja” é um demagogo inescrupuloso. Prefiro o Miles Davis, o Brando ou o Francis Bacon mesmo, amigo. Pelo menos não eram mascarados.

  2. Verdade seja dita na época que a cocaína estava no auge do”showbiz” as obras eram muito melhores e mais divertidas, seja na música, no cinema, e inclusive na TV.
    Depois que a cocaína cobrou seu preço e caiu em desuso pra dar lugar a outras drogas pesadas ou ao pseudo bom mocismo, as artes entraram numa espiral de decadência.

    • Pessoal:
      Não acredito que o Luciano cheire pó.
      Nada a ver com o bom moço, tudo a ver com o tamanho da napa.
      Com um nariz daqueles, na primeira cafungada, ele enfartava.
      Renzo

  3. Com fatos historicos a se passar no Oriente e a Veja me vem com isso. Nao concordo com artistas sempre associados a comportamentos altamente ‘desviados’,mas sim, geralmente grandes feitos e obras tem que vir acompanhadas de um certo existir sôfrego. O bom mocismo costuma se manifestar na ordinariedade,é como se a falta de complexidade nao produzisse.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s