Onde As Estrelas Não Brilham

O renomado crítico do Chicago Sun Times, Roger Ebert, não deu estrelas para esse filme.
Não é que ele tenha dado zero estrelas – ele entendeu que o sistema de estrelas não poderia ser usado para essa obra em especial. “Habitualmente, sou requisitado para dar estrelas aos filmes que critico.” explicou ele “Desta vez, me recusarei a fazer isso. O sistema de estrelas não serve para ele. É um filme bom? É ruim? Isso importa? Ele é o que é e ocupa um lugar no mundo no qual as estrelas não brilham”.
Este tipo de reação tem sido comum para o terror “The Human Centipede (First Sequence)” do alemão Tom Six, que conta a estória de um médico germânico que sequestra três turistas e os une cirurgicamente (acredite, você não vai querer saber como) formando a centopeia humana (que, claro, com três turistas, forma, no máximo, uma hexapedia humana).

Agora, surge a versão pornô do filme, dirigida por Tom Byron. O trailer não deixa claro como as vítimas são ligadas, mas os conhecedores da obra de Byron já devem ter uma ideia…

É a consagração definitiva do filme conceito de Tom Six.
Não deixe de perder – as duas versões. A não ser que você adore (como eu) filmes classe Z.

Uma resposta para “Onde As Estrelas Não Brilham

  1. o branco selvagem ainda não chegou para o samba

    o evangelho do porco é um pedaço de pau
    um pedaço de pau é a única solução para as mulheres burguesas
    eu quero ver as tripas e os miolos fora do corpo
    como as tripas e os miolos do porco
    porco dio
    porco dio
    porco dio

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s