A Verdade Sobre o Escândalo dos Travestis na Pizzaria com Bicheiro – Pela Assessoria de Imprensa

Corre na internet o boato maldoso de que nosso cliente, o Sr. Jayder Soares, teria recebido sexo oral de travestis na Pizzaria Guanabara, no Rio de Janeiro.

Em primeiro lugar, gostaríamos de nos manifestar dizendo que a publicação desta nota é, em si mesma, um escândalo.

A história é verdadeira?

Vamos ser sinceros: Não temos a menor ideia. Ninguém chega para o Jayder Soares e pergunta se por acaso ele recebeu um bolagato em público de um rapaz que tem por hobby vestir-se de mulher e alugar seus serviços sexuais para entretenimento alheio.

Não perguntamos isso por entender que a vida privada de nossos clientes é mais importante  que a curiosidade mórbida de parte da imprensa sensacionalista e, claro, porque pretendemos chegar vivos até o feriado de Sete de Setembro, já que temos reserva em uma pousada em Petrópolis.

Mas entendemos que a publicação dessa nota é parte do preconceito que cerca a atividade de nosso cliente.

Nosso cliente está envolvido com jogo e contravenção? Não sabemos, dizem que sim, mas também não vamos perguntar isso para ele.

Estas atividades estão relacionadas com assassinatos, extorsão, corrupção de agentes da lei? É claro, se não, não seria ilegal. Deixe de ser idiota e continue lendo a nota,  seu babaca.

Em Caxias, dizem,  o jogo é controlado por um dos mais velhos bicheiros, Antônio Soares, de 90 anos. Mas pelo que consta, é seu filho, Jayder Soares, quem toca os negócios. Isso é verdade? Não sabemos de nada.

Jayder, dizem,  é também o presidente de honra da Acadêmicos do Grande Rio, escola de samba do Grupo Especial do carnaval do Rio.

Isso a gente pode até confirmar, sabemos a resposta, mas também não vamos.

Por quê? Porque não é da sua conta.

Sim, de vez em quando contraventores mandam matar alguém. É próprio da atividade. Quando o presidente de uma multinacional manda embora um operário, ninguém faz escândalo, porque há um entendimento tácito de que ele não faz isso por maldade, mas porque é necessário para o desenvolvimento do negócio.

Mas basta um de nossos clientes matar alguém que, de repente, é um escândalo.

Os benefícios trazidos por nossos clientes para o turismo da sociedade, como apoio das escolas de samba, não são lembrados. Só os aspectos administrativos de suas atividades.

Feito este esclarecimento, esperamos que isso encerre a questão. Pedimos respeito às atividades sexuais de nosso cliente, que não são da conta de fofoqueiros. Pedimos respeito às atividades profissionais de nosso cliente, que não são da conta da justiça e da polícia.

Os incomodados que mudem de cidade ou de pizzaria antes que acabem levando um cacete.

6 Respostas para “A Verdade Sobre o Escândalo dos Travestis na Pizzaria com Bicheiro – Pela Assessoria de Imprensa

  1. para contar os abastados algumas onomatopéias
    para descontar os miseráveis milhões de centopéias

    se um abastado cruza com uma abastada
    nasce um político
    se uma abastada cruza com um abastado
    nasce um militar
    não nascem crianças
    nascem políticos e militares
    matar as mulheres grávidas a pauladas
    jogar bola com os fetos

    se um miserável cruza com uma miserável
    nasce um miserável
    se uma miserável cruza com um miserável
    nasce outro miserável
    nâo nascem crianças
    nascem miseráveis
    tomar cachaça com as mulheres grávidas
    fumar crack com os fetos

    no cruzamento da rua dos abastados
    com a rua dos miseráveis
    eu fiz um pacto com o demônio

  2. O comentário sobre a “cara de cavalo” da moça foi simplesmente genial.

    “Os incomodados que mudem de cidade ou de pizzaria antes que acabem levando um cacete. ”

    Os travecos que o digam. Bizarro isso…

  3. Ela tem cara de cavalo mas é mulher e minha amiga….
    Curiosamente, é exatamente isso que as meninas do Sex And The City falam sobre a Sarah Jessica Parker
    Abração, Luiz

  4. “Sim, de vez em quando contraventores mandam matar alguém. É próprio da atividade. Quando o presidente de uma multinacional manda embora um operário, ninguém faz escândalo, porque há um entendimento tácito de que ele não faz isso por maldade, mas porque é necessário para o desenvolvimento do negócio.”

    Este foi o parágrafo mais esquisito que li na web.

    • Aceveda:
      Vou confessar: Na verdade, não sou assessor de imprensa do bicheiro.
      Desta forma, o parágrafo pode ser entendido como:
      1 – Sacanagem com o contraventor
      2 – Uma tentativa patética de conquistar a simpatia do homem e ser contratado para o cargo.
      Na segunda hipótese, vale colocar que não fiu procurado pela Banca
      Abraços
      Renzo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s