Relações Públicas é Tudo

Pois é, senhores, Relações Públicas é essencial. Veja o caso dos EUA. Na época braba da ditadura, a turma do DOI metia os presos na Cadeira de Dragão, onde o pessoal tomava choques amarrado por tiras de couro.

Ou ia para o pau de arara, uma barra de ferro que é atravessada entre os punhos amarrados e a dobra do joelho, sendo o “conjunto” colocado entre duas mesas, ficando o cor­po do torturado pendurado a cerca de 20 ou 30 centímetros do solo.

Já nos EUA (pós 11 de Setembro) o pessoal passa por Waterboarding, uma forma de tortura onde a vítima fica com a cabeça inclinada para baixo, com água sendo despejada em suas vias aéreas, provocando uma sensação de afogamento.

Duvido que vá nascer alguma plantinha aí, mas eu não sou especialista em botânica…

Não que o Waterboarding seja divertido ou inofensivo. Mas o nome parece atração da Disneylândia. Tipo “mamãe, vamos para o waterboarding?” “Agora não que a fila está muito grande, vamos para o castelo da Cinderela”.

Waterboarding: Diversão Para Toda a Família

Nos livros de história, em alguns anos, o waterboarding – com um nome divertido como esse – talvez seja confundido com alguma modalidade de surfe.

Já a cadeira do dragão e as trevas que evoca  permanecerão sempre sinistros, ameaçadores, brutais, não importa quanto tempo passe…

Conheça os Piratas do Caribe! O Barquinho do Mickey! O Carrinho do Pato Donald! Faça Waterboarding com os Irmãos Metralha! Fuja dos Lehman Brothers com o Tio Patinhas!

3 Respostas para “Relações Públicas é Tudo

  1. merda é fundamental
    o fundamento de todo intestino
    o afundamento de todo destino
    cagar é fundamentalizar
    comer com uma colher
    comer uma mulher
    é tudo uma merda
    o apocalypse anõnimo vai prevalecer
    o atavismo sem precedentes

  2. O título desse post dá ao profissional de Relações Públicas e as suas atividades um caráter muito diferente do que realmente é. Muito antiético da sua parte explicitar esse tema relacionando-o a esse título.

    Ser e fazer Relações Públicas é muito mais do que dar bons nomes a ações questionáveis. Talvez fosse interessante pesquisar um pouco sobre o tema antes de sair “queimando o filme” de uma atividade profissional.

    • Caro Dani:
      Não se preocupe. Quem me lê sabe que eu sou uma besta, o que limita minha capacidade de provocar danos a quem quer que seja.
      Abraços
      Renzo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s