O Eufemismo do Ano: “Outra Área”

Silvio Berlusconi e o traje oficial da diplomacia italiana para reuniões com executivas de outras áreas.

Se alguém virar para você e disser que você é filho de uma senhora que trabalha em outra área, não hesite: Porrada.

O novo eufemismo foi lançado pelo até então desconhecido Márcio Valença, irmão e assessor da “rainha do pole dance”, Alexandra Valença.

Segundo o assessor, o show da irmã, apresentado para o primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi e comitiva,  foi contratado na noite anterior por uma mulher chamada Fabiana. Ela trabalharia com Valter –apresentado como sócio de Berlusconi no ramo televisivo–, que estaria interessado em “talentos” brasileiros.

Convidada a dormir na suíte de Berlusconi, Alexandra diz ter deixado a suíte por volta da meia-noite. “Não quis. Trabalho duro para tirar a imagem erótica e vulgar do pole dance.” (Bom trabalho, Alê. Está funcionando maravilhosamente bem)

As outras convidadas, entretanto, constrangidas em recusar a hospitalidade italiana, ficaram na suíte presidencial. “Eram meninas de outras áreas”, explicou o até então desconhecido Márcio Valença, irmão e assessor da rainha.

As outras jovens, de “outras áreas”, seriam habituês do Café Photo, clube de luxo da capital onde circulam garotas de programa, empresários e políticos (e onde curiosamente não se vende uma xícara de café, o que deve ter provocado alguma confusão entre os italianos…)

A grande dúvida, que é por que diabos uma dançarina de pole dance (ainda que seja a rainha da modalidade) precisa de assessor, segue em aberto.

2 Respostas para “O Eufemismo do Ano: “Outra Área”

  1. as mulheres só sentem dor
    eu não sinto nada

    duas felicidades
    duas escadas rolantes
    é o mundo dos bem vindos

    bem vindos ao mundo das duas felicidades
    a felicidade do estuprador
    e a felicidade do travesti
    bem vindos ao mundo das duas escadas rolantes
    uma que sobe para as mulheres sem clitóris
    outra que desce para os cemitérios sem cruzes

    bem vindos fetos nojentos e amaldiçoados
    a dor do parto movendo o prazer de matar

    • Sim, a dor das mulheres, poeta…
      Mas pelo menos com o Berlusconi é remunerada e, pela foto, não deve doer tanto assim.
      Abraços
      Renzo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s