Al Gore faz o Luxemburgo: O Game

Desdobramentos do fantástico caso envolvendo uma massagista terapêutica e Al “Luxemburgo” Gore: Alegadamente, Gore escolheu uma massagista estupidamente feia para mostrar sua verdade inconveniente, trepidante e cheia de veias.

E o episódio (na minha opinião fictício – tenho certeza de que o interesse do Al Gore por sexo é o mesmo da Carla Perez por James Joyce) ganha uma animação digna dos piores vídeo games.

Meu japonês está um pouco enferrujado, mas acredito que a animação tenta relacionar o episódio com o outro famoso, o Clinton/Lewinsky e, por razões que eu não arriscaria tentar explicar, com um cachorrinho hipersexualizado e carente.

Bom filme. Seu pervertido maldito…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s