O Dia Que Obama Destruiu o Brasil

Barack Obama entra no salão da Casa Branca, onde já o espera o staff de seu conselho de segurança. O presidente norte-americano está tenso. Dentro da sala  estão o general reformado da Força Aérea James Clapper,  diretor nacional de inteligência, além dos chefes militares e o diretor da CIA, Leon Panettada.

No telão central, que transmite imagens criptografadas, aparece a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, em missão no Oriente Médio.

Obama senta-se na cadeira de espaldar alto, na ponta da mesa, e pergunta: “Bem, senhores, em minutos estarei ordenando um ataque nuclear que vai destruir o Brasil e matar 180 milhões de pessoas. Alguém tem alguma objeção final?”

Hillary comenta: “Bem, o Lula está nos ajudando a dialogar com o Mahmoud Ahmadinejad, no Irã”

A piada faz todos rirem, exceto Obama, que mantém o rosto crispado “Vamos parar de brincadeiras. Eu estou prestes a destruir um país” diz ele.

Todos se calam e a secretária de estado diz: “Senhor Presidente: Se não reagirmos a isso, passaremos uma imagem de fragilidade diante do mundo. A destruição do Brasil é o mínimo que podemos fazer em face dessa ameaça terrorista”

“Pela última vez, está mesmo confirmado?” pergunta Obama.

“Sim senhor. A inteligência antiterrorismo checou tudo” responde Clapper.

“Isso não é a repetição do vexame das armas de destruição em massa do Iraque?” pergunta ele.

Todos balançam negativamente a cabeça.

Ele sinaliza e o homem da mala, que transporta os códigos de ataque nuclear, se aproxima. A mala é aberta e Obama aperta os números.

Em quinze minutos o Brasil desaparecerá, dando lugar a um imenso cogumelo atômico.

Obama pega pela última vez o recorte de jornal enviado pela CIA: “Carlinhos Brown e Zezé de Camargo & Luciano confirmados no Brazilian Day de Nova York

“A história vai me absolver” sussurra Obama, de forma quase inaudível.

Anúncios

2 Respostas para “O Dia Que Obama Destruiu o Brasil

  1. Pode ser.
    Mas o Brasil vai aprender que não se ameaça outros países com esse tipo de terrorismo.
    Vale a mensagem.
    Agora imagina que vc é um turista e está pensando em visitar o Brasil.
    Aí vê um show com Carlito Marrón e a já referida dupla.
    Vc cancelava na hora ou não?
    Abração

    Renzo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s