Eu, Elton John e Jesus

Não sou fã de música pop, sou ateu, heterossexual e logo tenho distanciamento suficiente para dar uma opinião (idiota, como todas as que manifesto) sobre a declaração de Elton, em entrevista publicada na revista Parade, de que Jesus foi “um gay compassivo, superinteligente, que entendia os problemas humanos”.
Em primeiro lugar, a bem da verdade, vamos relativizar minha imparcialidade, que não é tão absoluta assim. Devo a Elton uma das experiências mais marcantes de minha vida: minha primeira dança com uma mulher totalmente fora de minha liga foi ao som de “Sweet Painted Lady”, lá pelos meus doze ou treze anos. Foi uma dança apenas, pelos 3’54” minutos da canção, não rolou nenhum beijo depois e eu estava feliz e ao mesmo tempo embaraçado com uma ereção impossível de esconder. E nesta idade, quando uma ereção aparece, ela dura tanto quanto um resfriado – coisa de uma semana.

Só muitos anos depois descobri que a letra da música falava de um puteiro frequentado por marinheiros. Tudo bem: Meu choque maior foi descobrir que a canção tema de meus bailinhos, “Alone Again (Naturally)”, também da mesma época, falava de um jovem pensando em cometer suicídio.
Tem uma época na vida em que não falar inglês é uma benção…
Enfim:
Elton está apenas defendendo seu time de séculos de opressão. Aliás, segundo o autor Richard Shenkman, “a maldade de Sodoma está bem estabelecida na Bíblia, mas a ampla crença de que os sodomitas praticavam sodomia homossexual é pura suposição. Nos lugares em que a Bíblia se refere aos pecados dos sodomitas, menciona-se orgulho, ganância e riqueza, mas não homossexualidade. “Em nenhum momento” diz o historiador John Boswell, de Yale, “o pecado dos sodomitas é especificado como homossexualidade”. É verdade que, depois que Lot leva os anjos para sua casa, uma multidão de homens exige que “ele os traga até nós, pois queremos conhecê-los”. Mas não há razão para inferir que a multidão queria conhecê-los “carnalmente”. Antes da era cristã Sodoma nunca foi associada ao homossexualismo”

Não há evidências de que Jesus tenha sido gay, heterossexual, casado com Maria Madalena ou nada disso. Não há também, por outro lado, evidências de que o sexo homossexual – ou o sexo heterossexual recreativo – seja uma ofensa às leis divinas.
Elton está só sacaneando um pouco uma religião que o sacaneou por muito tempo, vendo pecado em sua opção sexual. E, com “Sweet Painted Lady”, ele conquistou minha gratidão e minha simpatia.
E, pavlovianamente, confesso que até hoje sinto um pequeno comichão nas partes pudendas ao ouvir os acordes iniciais da canção.

Anúncios

8 Respostas para “Eu, Elton John e Jesus

  1. eu financio as drogas ilegais
    as farc nâo são financiadas pelas drogas legais
    as farc são financiadas por mim
    as drogas legais financiam os estados alterados da américa
    os estados alterados da mente evoluiram de um débil mental para um macaco
    porque o que nós mais temos no hemisfério sul são macacos
    porque o que nós mais temos no hemisfério norte são maçons e homossexuais
    os maçons e os homossexuais não se consideram macacos
    então porque um macaco?

    o partido fodido brasileiro na luta por uma ditadura de extrema esquerda
    nós financiamos a minha mais absoluta irresponsabilidade
    nós financiamos o meu mais absoluto desrespeito

  2. Ravazio, my dear

    Há muitos estados alterados que você provavelmente não conhece. Santa Catarina, por exemplo, é um autêntico estado alterado de consciência! Conhecido entre os iniciados como Satã Catarina. Um luxo, e fica aqui mesmo na zona.

    Complimenti

    Vlad

  3. eu não escreveria o que o drummond escreveu
    mas alguém tinha que escrever
    eu não tenho nada á perder
    eu tenho tudo á escrever

    vlad:
    realmente tenho algum conhecimento
    além da canibal filmes

  4. Renzo, comentários toscos acima e a parte..rs..o que tenho a dizer sobre o assunto é quase nada, mas o que me reconheci em VOCE foi quase tudoou tudo: SOU ATEU, HETEROSSEXUAL e não fã de musica pop…como Ateu não acredito nem mesmo na existencia de Jesus Cristo e seus milagres, quem diria chama-lo de gay, fora de cogitação..rs..como Hetero, respeito os gays, mas tenho pena dessa opção ou como dizem: “nasci assim”, porque normalmente são pessoas mal resolvidas na vida, que raramente tem parceiros fixos, correm riscos de vida a cada relação imprudente que realizão e o pior, vivem em psicologos e psiquiatras para resolverem questões existenciais simples, mas que para eles são grandes incomodos pois são MUITO SENSIVEIS ( cruzes..rs..)e no fundo no fundo gostariam de ser heteros….é isso, e bola pra frente que atras vem gente..abraço

    • É, Roberto, mas eles nos deram Michelangelo, Cole Porter, Oscar Wilde, Leonardo da Vinci…
      O mundo perderia muito da graça sem eles.
      Abração
      Renzo

  5. não me confundam com fábio gabriel ravazio
    me confundam com a yeda crusius

    eu não sou verdadeiro
    eu sou um verdadeiro psicopata

    nós temos que estourar meus miolos
    nós temos um futuro brilhante pela frente

    pelo amor de deus,não percam isso e muito mais
    na nossa zero hora dominical

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s