Osama bin de Volta às Paradas

Osama promete surpreender em seus próximos vídeos, como em sua ousada versão coreografada de ” Diamonds Are a Terrorist’s Best Friend”, originalmente sucesso na voz de Marilyn Monroe

Depois de um período de silêncio, o terrorista Osama bin Laden, a Madonna da al-Qaeda, lançou uma nova gravação, divulgada apenas uma semana após outra gravação onde o vídeo maker e terrorista assumia a autoria da tentativa de atentado em um voo de Amsterdã para Detroit, no dia 25 de dezembro.
Osama bin, habitualmente reservado, fala sobre suas novas gravações, as pressões da fama e os desentendimentos com a assessoria de imprensa da al-Qaeda

– Osama bin, por que duas gravações em tão pouco tempo, depois de um longo silêncio?
– Olha, houve muita discussão com o departamento de marketing da al-Qaeda. Tinha uma corrente que dizia que eu deveria me preservar mais, só lançar gravações de grande impacto. Outra queria que eu me expusesse mais. Chegaram a discutir o vazamento de um sex tape, disseram que fez maravilhas pela Paris Hilton, que mostraria vitalidade, além das possibilidades de levantar fundos com as vendas. No final, acabei escolhendo um caminho intermediário, gravando esse novo tape pelo selo Al-Jazeera, que sempre apoiou minha carreira.
– A temática não está meio repetitiva?
– Olha, eu tenho tentado diversificar um pouco. Agora estou falando sobre mudanças climáticas, que é o assunto da moda, e disse que a forma de acabar com isso é impedindo o crescimento da economia americana. Falei também sobre a proposta de parar de negociar com o dólar. E temos mais pautas para explorar (pega o papel timbrado da assessoria)… O boicote aos álbuns da Lady Gaga, o fim da carreira do Keanu Reeves. Quero dizer, será que a gente precisa de mais filmes com ele? E o Damien Hirst? Porra, aquela caveirinha com diamantes é arte? Já não bastavam aqueles desenhinhos animados do Romero Britto? Não é porque eu mate pessoas, que eu deseje que todos os infiéis morram em um mar de fogo, que eu seja insensível à arte. Por exemplo, eu desejo morte à América, mas nem por isso deixo de comprar os CDs do Richard Clayderman
– Mas o Clayderman é francês…
– Porra, para mim esses infiéis malditos têm todos a mesma cara. Mas, retomando, eu quero que minha voz seja ouvida também no mundo cultural, já que as pesquisas de imagem mostram que minhas opiniões são muito ligadas ao universo do terrorismo e da política, e isso está barrando minha penetração em outros públicos, especialmente a geração MTV, dos 20 aos 30 anos. Então, minha estratégia é lançar vídeos e gravações para trabalhar minha sustentação de imagem. Eu não quero ser um novo Vanilla Ice…
– E o fracasso da bomba na cueca no voo de Amsterdã para Detroit?
– Olha, importação de tecnologia é sempre um tema delicado. A gente trouxe uns consultores brasileiros, que mostravam que a tendência é muquifar as coisas na cueca e na meia. Um pessoal de Brasília. Eles eram até simpáticos, estagiaram aqui com a gente, mas daí começaram a sumir umas coisas da minha caverna e a gente mandou eles embora.
– E seus próximos planos?
– Olha, eu estou estudando meu lançamento como DJ. Dizem que dá uma mídia legal e que qualquer retardado consegue fazer. Então podem esperar um remix com as baladas do Obama. O título será “Vamos balançar até os infiéis morrerem gritando e em desespero, fugindo do mar de fogo que se abaterá sobre suas cabeças”. Terá algo da disco dos anos 70, um pouco de rap.
– Você acha que vai bombar?
– Bombar? Ah, sim, é um trocadilho com o sacrifício dos meus homens bomba. Espirituoso… Alguém pode cortar a cabeça deste maldito infiel e postar no You Tube?

6 Respostas para “Osama bin de Volta às Paradas

  1. Precisamos sim de muitos filmes com o Keanu Reeves agora quanto a você é tão dispensável nesse mundo quanto o seu blog!

    • Vanderlea:
      Gravem esse nome (mas sem confundir com a veterana ternurinha da Jovem Guarda).
      Até que enfim aparece uma mulher com coragem para esculachar o humor ridículo e pretensioso de Renzo Mora, este canalha.
      Insultar a arte de Keanu Reeves, o ator mais talentoso já surgido no planeta desde o advento de David Caruso, é extrapolar os limites do bom gosto.
      Quantos atores nos dariam uma interpretação tão inesquecível como a do alienígena Klaatu, em “O Dia Em Que A Terra Parou”? Alguns críticos – e mesmo o idiota do Renzo Mora – podem ter visto sua inexpressividade como falta de talento interpretativo. Os filisteus não perceberam que era intencional, já que o personagem era um ET sem sentimentos.
      Sutilezas dos grandes artistas.
      A inexpressividade nos demais filmes também deve ter explicações fundamentadas no sistema de Stanislavski (ou no “método”, que era ensinado por Lee Strasberg no Actors Studio), mas não tão óbvias.

      Parabéns, Vandeca.
      Continue mostrando a esse Renzo Mora seu lugar.

  2. sexo anal é o nome de deus
    eles foram amantes em nome de deus
    joão paulo segundo ronald reagan
    bento sexta feira 13 se masturba por nós
    viúvas de george w bush
    este papa cachorro berlusconi já deveria ter sido assassinado para dar lugar a um híbrido asqueroso de barack obama e lula
    que je$u$us cri$to os abençoe com um crucifixo preso a uma corrente como um cachorro!sem amén!!!

    • Grande Fábio:
      Ou muito me engano ou você está iniciando um culto de inspiração hardcore.
      Bom, da minha parte, sucesso com a empreitada.
      Hoje li o seguinte na Folha de São Paulo:
      “Hoje pastora da igreja Renascer, Caroline Celico, mulher do jogador Kaká, está preparando um CD com participações especiais. Claudia Leitte gravará a sua nesta semana, cantando uma composição de Caroline sobre a amizade das duas.”
      Ou seja, Fabião, nada que você invente pode ser mais transgressor ou barra pesada do que isso.
      A competição anda dura na arena das religiões, companheiro.
      Abraços mefistofélicos
      Renzo

  3. Renzo, sem brincadeira,rs.. gostaria de saber sua opinião a respeito de um assunto: Voce acha que Osama bin Laden ainda está vivo? Ou essas supostas aparições não seria manobra de seu grupo?..abraço..Roberto

    • Essa é a pergunta de – literalmente – 20 milhões de dólares (que é quanto vale a recompensa pela cabeça dele).
      Ao que consta, ele estava com uma doença que exigia internação e atenção médica especializada.
      Minha aposta, Roberto: ele está vivo.
      Mas não tem mais importância estratégica para os EUA, que estão mais preocupados em neutralizar a bomba relógio que está se armando no Afeganistão.
      Então, suas “aparições” são uma forma de tentar resgatar sua “importância”, mas falando para o público interno.
      A decadência pega todos nós, irmão…
      Abração
      Renzo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s