Cauby canta Roberto como Roberto Deve Ser Cantado

Para mim, João Gilberto e Cauby Peixoto são os maiores cantores brasileiros, cobrindo os dois extremos da interpretação – o vozeirão e o sussurro.

Cauby lança agora um álbum onde canta Roberto Carlos como Roberto deve ser cantado – paixões derramadas, explícitas.

Em “Olha”, a melhor canção de Roberto e Erasmo, Cauby dialoga com Beatriz, a melhor canção de Edu Lobo e Chico Buarque, em um encontro delicioso.

“Música Suave” ganha um swing de big band, que Cauby tem enorme propriedade para assinar.

Eu ouvi Sinatra ao vivo aos 77 anos. Ouvi Tony Bennett em CDs depois dos 80 anos. Continuavam, claro, artistas brilhantes, mas suas vozes mostravam os efeitos do tempo. Ganharam alguma rouquidão, o tom ficou um dedinho mais grave.

Cauby fez algum pacto secreto com o tempo e sua voz está tão boa -ou melhor, já que ele limpou alguns exageros – do que há 20 anos.

Anúncios

6 Respostas para “Cauby canta Roberto como Roberto Deve Ser Cantado

  1. Há cruzamentos importantes entre as personalidades homenageadas neste teu post. Roberto Carlos começou a partir de João Gilberto. O primeiro compacto de Roberto era de bossa nova (no lado B tinha a música “moço/ toque o balanço/ toque o balanço seu moço se não eu não danço” – só eu lembro dessa letra). João veio de Orlando Silva, o cantor das Multidões que, junto com o rei da Voz, Francisco Alves, faz parte da espinha dorsal dessa linhagem que deságua em Cauby Peixoto. Com o tempo, Cauby com seu vozeirão foi deixado de lado e Roberto com sua voz cool e bem colocada revelou-se um Orlando Silva temperado pela revolução joãogilbertiana, mas com memória residual dos anos 30 e 40. E assim assumiu o reinado da voz do Brasil.

    Esse encontro que você comenta é, portanto, uma esquina brasileira de primeira grandeza. É onde pretendo passar algum tempo, carregando as exaustas baterias. Abs.

  2. Deus nos deu a graça de sermos contemporâneos do Cauby. Grande interpetre, grande voz, talvez somente comparada com a do Frank Sinatra (alguns afirmam que maior). Esse novo CD, interpretando nosso Rei, é impagável, tanto na seleção das músicas, quanto na interpretação mesmo.

    • Grande Luis:
      Eu vi o Sinatra ao vivo quando ele estava com 77 anos.
      O Cauby, com a mesma idade, está cantando melhor.
      Aliás, está cantando melhor do que o jovem Cauby, aparou os excessos, limpou os exgeros.
      Uma força da natureza.
      Longa vida ao nosso Cauby.
      Renzo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s