Brasil Estreia no Gênero Disaster Film

Mônica Bergamo, em sua coluna na Folha, informa que o filme sobre Lula terá lançamento internacional.

Diz ela: “O filme “Lula – O Filho do Brasil”, que será lançado em janeiro com mais de 500 cópias, prepara também uma ambiciosa carreira internacional”

Acho ótimo.

Ele sai quase junto com 2012, do Roland Emmerich, e já estava na hora da gente aproveitar o rico filão do disaster film, que nos deu obras como Terremoto, Inferno na Torre, Aeroporto e congêneres.

Para você não perder seu tempo indo dormir no cinema, Edson Aran, em seu site, antecipou 10 frases do filme que já nasce clássico, “Lula, O Filho da Luta”

10 FRASES DO FILME “LULA, O FILHO DA LUTA”

A nova produção de Fábio Riefensthal Barreto

1 – U pranêta vai isprudí, To-Nha. Vô botá o mininu num fuguêti e mandá êli pra Terra. A estreia vermeia vai dá superpudê pra êli.

2 – Sim, dona Zelite, o cesto estava boiando no rio e dentro dele estava o menino enrolado nesta bandeira vermelha.

3 – U calangu radiativo mordeu ni mim! Vô virá o súpe-proleta!

4 – Cum grandis pudê vem grandis responsabilidádi.

5 – Eu dêvu sarvá o promotô Harvi Dênti, que é onesto e traiabadô, ô a Marisa, que num servi pra nada? Ih, si lascô, Harvi!

6 – Óia, manhê, topu du mundu!

7 – Zé Dirceu, ocê viu minha cartêra?

8 – Palóssi, ocê viu minha cartêra?
9 – Genuíno, tá com ocê a minha cartêra?
10 – Ah, tá com ocê, né, Fábio Barreto? Tudu bem, num pricisa devorvê não.

Aran providenciou também um story board da filmagem:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s